Está pensando em se casar? Há muitos preparativos para planejar: igreja, festa, madrinhas e padrinhos, convidados, buffet e a data. Você já pensou que escolher se casar em algumas datas específicas pode não ser uma boa ideia? Não estamos falando aqui de superstições, mas sim de datas em que acontecem alguns eventos específicos que podem atrapalhar sua festa, fazendo, por exemplo, com que alguns convidados não possam ir, como alguns feriados – ainda mais se forem os prolongados – ou então datas importantes para a cultura brasileira, como grandes jogos de futebol. Imaginamos que você já tenha algumas datas que possam ser problemáticas em mente, mas, para não correr o risco de esquecer alguma, confira as datas em que você deve evitar marcar o casamento.

Quais datas são as mais perigosas para marcar o casamento?

O primeiro dia que deve ser evitado é o Carnaval. Sabemos que neste feriado, sempre prolongado, muitas famílias viajam para aproveitar os dias livres e o sol do verão. Tentar competir com este feriado pode fazer com que algumas pessoas acabem não participando deste seu dia!

Outra data que não é indicada para marcar o casamento é o Réveillon. Embora muitos casais pretendam oficializar sua união perto da virada do ano nesta data, além do problema de muitas pessoas utilizarem estes dias para viajar, assim como no carnaval, é também possível que alguns fornecedores não possam auxiliar caso haja algum imprevisto durante a cerimônia. Por isso, a indicação é de que se evite o casamento entre os dias 22 de dezembro e 6 de janeiro.

Dias próximos daqueles em que o horário de verão se inicia ou acaba também podem trazer alguns problemas. É claro que a maioria das pessoas fica bastante atenta em adiantar ou atrasar uma hora em seus relógios - além do que muitos dispositivos fazem isso de modo automático. Contudo, há pessoas que, talvez pela agitação da rotina, acabam não se dando conta da mudança no horário. Imagine a situação em que alguém chega uma hora antes ou depois do horário certo por causa do horário de verão! Seria, no mínimo, desconfortável.

Quais são os dias não indicados por superstições?

Existem duas datas em que, segundo a crença popular, não é uma boa ideia marcar o casamento. Essas datas são os dias 13 de cada mês – ainda mais se for uma sexta feira! E o dia de finados, 2 de novembro. No caso do dia de finados, a ideia é que se deva respeitar a memória daqueles que já nos deixaram e, por isso, não se deve celebrar o casamento nesta data.

A tranquilidade de se escolher uma data boa

Todas as datas sobre as quais falamos são datas não recomendadas para marcar o casamento, mas isso não significa que seja proibido de alguma forma realizar a união em algum destes dias. O mais importante é que se tenha uma data em que menos imprevistos possam acontecer e que a tranquilidade, felicidade e amor do casal sejam os protagonistas.